Bodybuilder e o bem-estar são possíveis para qualquer pessoa?

Por Flávia Carvalho

Muitos fisiculturistas são exatamente isso – pessoas que se exercitam e se alimentam de forma saudável para parecerem com o Sr. ou a Sra. Olympia. E, de modo geral, isso é uma coisa boa para a sociedade: eles deixam o resto de nós com um exemplo inspirador de beleza física e saúde em seu auge extremo. No entanto, alguns veem aqueles que seguem uma dieta rica em proteínas como elitistas, autorrealistas ou apenas estranhos por comerem tanta galinha e claras de ovo, por beber suco de couve verde e acrescentar espargos à sua pizza, entre outras peculiaridades do meio “fisiculturista”. Por outro lado, muitos enxergam neles o que se pode chamar de “campeões do bem-estar” como elitistas, autorrealistas e estranhos. Se você se intitula “bodybuilder” ou campeão do bem-estar é irrelevante; o que mais importa é o que você faz, sabemos que ao falarmos em alta performance esquecemos um pouco da saúde e pensamos em resultados e no fisiculturismo isso não difere, no entanto, podemos olhar esses atletas e nos inspirar a ter um bem-estar. Aqui está a verdade sobre estes rótulos e o que eles significam para o seu bem-estar:

O que é um Bodybuilder?

Um fisiculturista (Bodybuilder) é alguém que se exercita para desenvolver seus músculos a fim de aumentar sua força, sua forma física e sua aparência muscular. Os fisiculturistas se concentram na construção de seus músculos através de levantamento de peso, dietas, treinos resistidos (de musculação), por uma, prescrita por um nutricionista especialista em esporte para ganhar massa muscular e perder gordura.
Os fisiculturistas normalmente treinam com uma carga elevada de peso, treinos de força específicos prescritos por um profissional de educação física, o que muitas vezes os coloca em risco de lesões, por isso exige uma maior atenção dos profissionais que acompanham esse “atleta”. Uma boa prescrição de treino de força resistido (musculação), inclui exercícios que trabalham vários grupos musculares, como exercícios com peso livre e nas máquinas específicas para cada grupamento muscular, além dos exercícios de mobilidade buscando sempre uma melhor performance. Embora o exercício resistido seja ótimo, é muito importante respeitar a prescrição por conta dos descansos musculares específicos, que estão determinados em cada objetivo da prescrição.
A dieta de um fisiculturista é tipicamente rica em proteínas – um dos únicos nutrientes que podem ajudar você a construir músculo. A proteína é encontrada em muitos alimentos, incluindo ovos, peixe, frango e produtos lácteos. Mesmo que seja importante para os fisiculturistas obter proteína suficiente, também é importante observar o quanto se come. Comer muita proteína pode levar a problemas renais e outros problemas de saúde.
Uma boa periodização alimentar (dieta) também se considera o gasto calórico de cada pessoa, além do tipo de atividade feita e o objetivo, o resultado esperado.

O maluco do bem-estar?

 

Um maluco do bem-estar, da saúde é alguém que come e vive um estilo de vida que promove a boa saúde. Uma pessoa com boa saúde e bem-estar pode ser vegetariana (ovo-lacto-vegetariana), seguir a dieta paleo, beber smoothies verdes, fazer yoga, fazer CrossFit, meditar e/ou praticar qualquer outro número de atividades relacionadas à saúde. Um maluco da saúde é geralmente alguém que fez um esforço consciente para comer e viver bem. De modo geral, uma pessoa saudável é alguém que decidiu tomar o controle de sua saúde e bem-estar. Eles provavelmente fizeram algumas mudanças no estilo de vida para melhorar sua saúde. Por exemplo, podem ter cortado todos os alimentos processados e adicionado mais produtos frescos à sua dieta, provavelmente passou a beber mais água, comer mais frutas e legumes do que a pessoas ditas “normais”.

Sim, os aspectos mentais que envolvem o treino de musculação também são extremamente importantes, tanto para os atletas quanto para os praticantes da modalidade. Aqueles que não tem o conhecimento do esporte podem supor que os atletas de fisiculturismos – bodybuilder só se preocupam com seu corpo: ganhar músculos e comer, dietas controladas, etc., Mas é apenas a parte visível para os que não conhecem o esporte, pois os que estão diretamente envolvidos sabem o quanto é importante o trabalho mental, força mental suficiente para regular as severas restrições dietéticas, exercícios exaustivos, pressões de competição, precisa-se ter uma constituição e construção mental forte, desenvolvida.

A dimensão mental de um atleta deve ser condicionada para suportar a carga emocional de uma competição, um treinamento, ou mesmo um objetivo pessoal, esse trabalho reflete-se no resultado e no melhor desempenho esportivo, pois seu maior adversário é você mesmo e nada é mais importante do que reconhecer suas falhas, suas conquistas e vibrar diante delas.

 

A Verdade sobre os fisiculturistas e o maluco do bem-estar

MALUCO DO BEM-ESTAR – Você pode pensar que as pessoas que comem muita couve, chia, quinoa são apenas obcecadas em permanecer saudáveis, mas você deve saber que muitas dessas pessoas também estão interessadas em construir músculos e ter um físico muscular além de uma boa qualidade de vida, longevidade. Sabemos que a proteína é um nutriente importante para saúde, assim como o treinamento de força é um componente essencial para a resistência muscular, condicionamento físico e função cardiorrespiratória, tudo isso contribui para um melhor desempenho e longevidade. Então mais uma vez, o que quer que você faça, não chame a proteína de “alimento muscular”. É verdade que a proteína é um bloco de construção para o músculo, mas também é um bloco de construção para a pele, ossos, cartilagem e sangue, “VIDA”. Na verdade, seu corpo precisa de proteína para funcionar corretamente, assim como de água, sono, descanso, entre outros (nutrientes), não pense nisso como um alimento apenas para os “malucos do bem-estar” aqueles ditos saudáveis; pense nisso como alimentos que podem ajudar qualquer pessoa a viver melhor.

Não há nada de errado em ser um fisiculturista ou um MALUCO DO BEM-ESTAR. A propósito é ótimo estar tão interessado em sua saúde e no que você come. Apenas não suponha sobre outras pessoas que não se encaixam nessas categorias. Por outro lado, não há nada de errado em ser um entusiasta do “fitness” ou do “wellness” do bem-estar, ou alguém que simplesmente tenta levar um estilo de vida saudável. O mais importante é lembrar que somos todos diferentes e que não existe uma maneira certa ou errada de viver uma vida saudável.


Exite, uma ESCOLHA em ser uma pessoa com maior qualidade de vida maior bem-estar, e no mundo do fisioculturista – bodybuilder aprendemos esse estilo de vida que vira hábito salutar o qual podemos e devemos modelar.


Inspire-se com o mundo do BODYBUILDER!

Flávia Carvalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *